Redes Sociais

Em 22/05/2017 | 16:25h

Facebook retira 54 mil casos de pornografia por mês da rede social



Ao se registrar no Facebook, os usuários aceitam os termos de utilização e, consequentemente, comprometem a não postar “conteúdos que contenham discurso de ódio, sejam ameaçadores ou pornográficos”, porém, muitos internautas ignoram essas regras e dissemina tais conteúdos.

Com isso, acaba criando uma “praga virtual” para as equipes que trabalham na plataforma. O jornal “The Guardian” informou que o Facebook precisa revisar, por mês, 54 mil casos de conteúdo pornográfico em sua rede social, de pornografia de vingança e de “sextortion”, relacionada a conteúdos sexuais.

A rede social ressalta ainda que está usando uma série de softwares e ferramentas que descobrem postagens e possam ajudar a remover esse tipo de conteúdo.

Além disso, para cumprir a tarefa de retirar esses conteúdos, a plataforma têm funcionários exclusivos para identificação e remoção de qualquer tipo de pornografia. Ao todo, são mais de 4.500 pessoas nesta função.

(Da redação)

Comentários

Para comentar é preciso se identificar:
esqueci a senha | cadastre-se já!

Ainda não há comentários sobre este post.

Ou identifique-se abaixo, no Facebook.
 

Mais Lidas

App 19/12/2014 09:28h

Elo cria app que permite pagar conta por smartphone

A bandeira de cartão de débitos e créditos Elo criou um app que permite pagar contas de restaurante pelo smartphone.

App 05/01/2015 15:16h

App e adesivo substituem tradicional termômetro

A principal feira de tecnologia do primeiro semestre: a Consumer Electronics Show, CES, reunirá entre os dias 6 e 9 de

Marketing 13/11/2012 15:33h

Publicidade no Google é maior que na mídia impressa dos EUA

Estudo feito pela empresa de pesquisa alemã Statista revela que o Google fatura mais com publicidade que todas as publi

RSS Enviar por email Twitter Facebook

© 2012 MediaWeek Ltda. Todos os direitos reservados
Agencia Pulse